Pular para o conteúdo principal

Cordas Harmônicas


Marcelo Batista, músico harmonicista (gaitista), nascido em Barbacena (MG) em 21/06/1950. Foi para Belo Horizonte com 1 ano e meio de idade. Além de ser solista de harmônicas de boca cromáticas e diatônicas, é também afinador, luthier dos referidos instrumentos; é bacharel em Letras pela UFMG e pós-graduado pela UNIPLI (Universidade Plínio Leite - Niterói/RJ).
Marcelo Batista começou a tocar harmônicas mais ou menos entre os 9 e10 anos de idade. Ao contrário de muitos harmonicistas, começou a tocar em harmônicas cromáticas (as popularmente conhecidas como gaitas de chave); somente a partir dos anos 90 é que veio ter as suas primeiras experiências em harmônica diatônica, principalmente as diatônicas específicas para o blues. No entanto, aprimorou uma técnica especial para tocar em harmônicas diatônicas/20”valvuladas”.
A harmônica diatônica/20 “valvulada” é praticamente uma semicromática. Por exemplo: chegar a emitir um Bb (que já é muito difícil no orifício nº. 10, soprado) no orifício nº. 1. Nesse orifício da diatônica valvulada obtêm-se as notas C (s), Cb (=B, s), Bb (s) e Bb, novamente, 3 oitavas acima. Depois as notas aspiradas D e Db.
Em 05/2006, em parceria com o violonista, arranjador e produtor César Brito, a convite do mesmo, grava seu primeiro CD: Cordas Harmônicas, onde apresenta composições próprias, composições em parceria com César Brito, composições de César Brito e de terceiros; as interpretações ocorreram ao lado de grandes músicos do cenário brasileiro (Chico Lobo, Serginho Silva, Enéias Xavier, André Limão, Jimmy Duchowny, Írio Júnior).

Myspace: www.myspace.com/cordasharmonicas
Ouça e veja Marcelo Batista aqui:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÉTODO PARA GAITA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1

R$ 49,00 PIX CNPJ:  21.081.155.0001/70 Método digitalizado + audio Contato Whatsapp: Leandro Ferrari +55 73 998707338 +44 7376934825 1a Edição  ( EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA CHEESEBREAD STUDIOS) Título: MÉTODO PARA HARMÔNICA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1 Autor: Leandro Ferrari Original de Belo Horizonte/MG/Brasil Revisão: Fernanda Shairon Ilustração: Marcelo Braga (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Diagramação: Yuri Martuccelli (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Direção Geral: José Renato Caldeira de Souza (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Foto: Karlis Smits Design Logo: Marcão Freak Formato:  DIGITALIZADO Num. págs. 126 páginas Fotos: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150938373933331.436116.827753330&type=1&l=5b63f7b595 Conteúdo:  O método é dividido em 100 aulas práticas e teóricas e acompanha
Spotify:  https://open.spotify.com/artist/5iTI2v1yC3rToB3xWHYw7a?si=y4MZPMZvTHetHrXhtIX1-g

Gaita e Efeitos

A utilização de pedais, filtros e truques de estúdio na gaita vêm de muito tempo. Tudo começou com Little Walter; preocupado em não perder espaço para as guitarras que haviam sido eletrificadas após a segunda guerra mundial ele adotou um procedimento simples, ligou um pequeno microfone em um amplificador e mudou de vez a história da gaita. Além de usar este método para obter mais volume ele também explorou novos timbres e efeitos até então inéditos. Segundo o pesquisador Madison Deniro ele foi o primeiro músico a utilizar, propositadamente, uma distorção eletrônica. Você pode notar então que a história da guitarra elétrica se cruza com a história da gaita elétrica. Mas por alguns motivos, dentre eles o conservadorismo dos músicos e do público de blues (diga-se de passagem, que tem todo meu respeito e meu entendimento, pois é necessário exaltar e manter as raízes e a história, também) a gaita não acompanhou o desenvolvimento da guitarra. Nomes como Jimi Hendrix, Jeff Back, Jr. Tostoi