Pular para o conteúdo principal

Living Colour em BH dia 18/10 - Abertura: Bauxita - Part. Especial: Leandro Ferrari


Leandro Ferrari fará no dia 18 de outubro ao lado do vocalista Bauxita a abertura do show da banda Living Colour em Belo Horizonte.
Bauxita apresentará um acústico na abertura do Living Colour.O grupo é formado por Bauxita (MG) no vocal, Leandro Ferrari (MG) na gaita, Toni Carvalho (SC) no violão e Augusto Nogueira (MG) também violão. Será 1 hora de show aproximadamente e no repertório: Seal, Jimi Hendrix, Eric Clapton, Cássia Eller, Stone Temple Pilots. Ou seja, uma mescla de blues, pop e rock.
O Living Colour traz ao Brasil a turnê do disco The Chair in the Doorway, o primeiro de inéditas da banda em cinco anos. Segundo Glover, a demora aconteceu para que o disco ficasse como os músicos queriam.
"Levamos o tempo que tínhamos que levar. Fizemos tudo com calma para ficar como queríamos desde o início. Se pudéssemos, até teríamos levado mais tempo, para ter participações e outras canções", afirma Glover.
Ele diz que a banda adora tocar no Brasil: "É sempre especial. Aqui o público é muito caloroso, dança e canta o tempo todo. Sempre que tocamos aqui nos sentimos em casa."
O show, segundo Glover, será focado no disco novo mas terá alguns dos clássicos da banda, como Type, Ignorance is Bliss e Cult of Personality.
Esta última fez grande sucesso no game Guitar Hero III. Glover conta que a banda gravou uma versão especialmente para o jogo: "Adoramos a idéia de ter uma música no videogame, mas os fãs devem ter em mente que não tem nada a ver com tocar a música em instrumentos de verdade. Nós, que fizemos a canção, nunca conseguimos tocar ela inteira", brinca o vocalista.
A banda toca na quarta-feira (14) no Bar Opinião, em Porto Alegre; na quinta-feira (15) no Via Funchal em São Paulo; na sexta-feira (16) no Circo Voador, no Rio de Janeiro e no domingo (18) no Music Hall BH, em Belo Horizonte.

18/10/2009 - Belo Horizonte/MG
Music Hall - Av. do Contorno, 3.239
Horário: 22h00
Ingressos: R$ 70,00 (pista - 1º lote) e R$ 100,00 (camarote - 1º lote)
Informações: 31 3461-4000 / www.musichallbh.com.br
Abertura: Bauxita. Part. Especial: Leandro Ferrari

Fonte: MINAS HARP PRODUÇÔES

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÉTODO PARA GAITA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1

R$ 49,00 PIX CNPJ:  21.081.155.0001/70 Método digitalizado + audio Contato Whatsapp: Leandro Ferrari +55 73 998707338 +44 7376934825 1a Edição  ( EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA CHEESEBREAD STUDIOS) Título: MÉTODO PARA HARMÔNICA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1 Autor: Leandro Ferrari Original de Belo Horizonte/MG/Brasil Revisão: Fernanda Shairon Ilustração: Marcelo Braga (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Diagramação: Yuri Martuccelli (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Direção Geral: José Renato Caldeira de Souza (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Foto: Karlis Smits Design Logo: Marcão Freak Formato:  DIGITALIZADO Num. págs. 126 páginas Fotos: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150938373933331.436116.827753330&type=1&l=5b63f7b595 Conteúdo:  O método é dividido em 100 aulas práticas e teóricas e acompanha
Spotify:  https://open.spotify.com/artist/5iTI2v1yC3rToB3xWHYw7a?si=y4MZPMZvTHetHrXhtIX1-g

Gaita e Efeitos

A utilização de pedais, filtros e truques de estúdio na gaita vêm de muito tempo. Tudo começou com Little Walter; preocupado em não perder espaço para as guitarras que haviam sido eletrificadas após a segunda guerra mundial ele adotou um procedimento simples, ligou um pequeno microfone em um amplificador e mudou de vez a história da gaita. Além de usar este método para obter mais volume ele também explorou novos timbres e efeitos até então inéditos. Segundo o pesquisador Madison Deniro ele foi o primeiro músico a utilizar, propositadamente, uma distorção eletrônica. Você pode notar então que a história da guitarra elétrica se cruza com a história da gaita elétrica. Mas por alguns motivos, dentre eles o conservadorismo dos músicos e do público de blues (diga-se de passagem, que tem todo meu respeito e meu entendimento, pois é necessário exaltar e manter as raízes e a história, também) a gaita não acompanhou o desenvolvimento da guitarra. Nomes como Jimi Hendrix, Jeff Back, Jr. Tostoi