Pular para o conteúdo principal

Jeremy Ellis: A nova soul music eletrônica


Vivendo em Detroit era praticamente inevitável que Jeremy Ellis descobrisse a soul music. Com o desejo de ser musicalmente criativo, Jeremy Ellis, aka Ayro, é um músico de formação clássica que se tornou o mais interessante representante da nova soul music eletrônica de Detroit.

Jeremy tem a capacidade de misturar uma variedade de estilos musicais. DJ, produtor, programador ou simplesmente músico, depois de uma bem sucedida estréia com “ELECTRONICLOVEFUNK”, Jeremy passou a remixar artistas como Carl Craig e Recloose e produziu em seguida seu elogiado álbum "Lotus Blooms", em 2005. Ele é grato à tecnologia de hoje, que lhe permite conectar-se com outros artistas ao redor do mundo. "Nós podemos através de um Chat enviar uma nova música para um amigo em Tóquio ou em Londres e ter um feedback imediato. Ou você pode enviar uma faixa e alguém completá-la... as possibilidades são enormes". Enquanto ele está cheio de elogios para o futuro da música quando se trata de tecnologia, o futuro da indústria da música (mainstream) é algo que o preocupa. "Para ter um registro de grande sucesso, a gravadora gasta US $ 1 milhão nas primeiras seis semanas e se o artista não vende o suficiente, seus exemplares estão cancelados. Há quarenta anos atrás, se o primeiro álbum não pôde vender bem, a gravadora continuava a gastar dinheiro com você e construí-lo como um artista. Mas agora eles o deixam cair”.

Ouça e veja Jeremy Ellis aqui:

http://www.youtube.com/watch?v=5MZl7pHF1NQ&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=WQGJTSLdrRc

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÉTODO PARA GAITA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1

R$ 49,00 PIX CNPJ:  21.081.155.0001/70 Método digitalizado + audio Contato Whatsapp: Leandro Ferrari +55 73 998707338 +44 7376934825 1a Edição  ( EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA CHEESEBREAD STUDIOS) Título: MÉTODO PARA HARMÔNICA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1 Autor: Leandro Ferrari Original de Belo Horizonte/MG/Brasil Revisão: Fernanda Shairon Ilustração: Marcelo Braga (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Diagramação: Yuri Martuccelli (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Direção Geral: José Renato Caldeira de Souza (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Foto: Karlis Smits Design Logo: Marcão Freak Formato:  DIGITALIZADO Num. págs. 126 páginas Fotos: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150938373933331.436116.827753330&type=1&l=5b63f7b595 Conteúdo:  O método é dividido em 100 aulas práticas e teóricas e acompanha
Spotify:  https://open.spotify.com/artist/5iTI2v1yC3rToB3xWHYw7a?si=y4MZPMZvTHetHrXhtIX1-g

Gaita e Efeitos

A utilização de pedais, filtros e truques de estúdio na gaita vêm de muito tempo. Tudo começou com Little Walter; preocupado em não perder espaço para as guitarras que haviam sido eletrificadas após a segunda guerra mundial ele adotou um procedimento simples, ligou um pequeno microfone em um amplificador e mudou de vez a história da gaita. Além de usar este método para obter mais volume ele também explorou novos timbres e efeitos até então inéditos. Segundo o pesquisador Madison Deniro ele foi o primeiro músico a utilizar, propositadamente, uma distorção eletrônica. Você pode notar então que a história da guitarra elétrica se cruza com a história da gaita elétrica. Mas por alguns motivos, dentre eles o conservadorismo dos músicos e do público de blues (diga-se de passagem, que tem todo meu respeito e meu entendimento, pois é necessário exaltar e manter as raízes e a história, também) a gaita não acompanhou o desenvolvimento da guitarra. Nomes como Jimi Hendrix, Jeff Back, Jr. Tostoi