Pular para o conteúdo principal

13.08.11 - "Black Bone Blues Rock" convida Leandro Ferrari


sábado, 13 de agosto · 00:30 - 03:30
Route 66 Pub - Sete Lagoas-MG

Lançamento do "Horizonte Blues Festival" com a "Black Bone Blues Rock" convidando Leandro Ferrari.

BLACK BONE BLUES ROCK

Em tempos escassos de boa música, a “Black Bone” chega assumindo a responsabilidade de se tornar referência em blues e rock n' roll de qualidade. Powertrio formado por músicos com muita rodagem e extremo prazer em tocar música boa, Caio Silva (bateria e vocais), Fernando Januzzi (guitarra e vocais) e Zé Renato (contrabaixo e voz) construíram rapidamente a coesão, afinidade e musicalidade típicas de bandas formadas por integrantes que já tocam juntos à décadas.

Com um repertório formado por releituras de clássicos consagrados do Blues e do Rock (Z.Z. Top, B.B. King, Eric Clapton, Stevie Ray Vaughan, Jimi Hendrix e Robert Johnson dentre outros) a Black Bone faz um show enérgico e vibrante, capaz de agradar a públicos variados. Sendo você um blueseiro tradicionalista ou fã de um Blues mais elétrico, sairá deste encontro completamente satisfeito e repleto de “música negra até o osso”!

http://blackbone.art.br/


LEANDRO FERRARI

Gaitista, leciona aulas particulares, gravou e tocou com vários grupos, incluindo a banda mineira Skank e a banda norte americana Living Colour.
Leandro Ferrari leciona seu curso de harmônica desde 1995, é o idealizador do “Minas Harp/ Encontro de Gaitistas” e escreveu artigos para o portal "O Debate" e para as revistas "Zona Cultural" e "Sax e Metais". Ferrari já se apresentou no 5o Harmônica e Blues Project (São Paulo – 2003), Garimpo (Belo Horizonte – 2007), Conexão Vivo (Gov. Valadares/MG – 2009), Fórum Harmônicas Brasil (Fortaleza – 2009) e Tagima Convention (São Paulo – 2009). Abriu o show dos americanos Kim Wilson & The Fabulous Thunderbirds (Belo Horizonte – 1996) e Larry McCray (Belo Horizonte – 2010). O músico foi uma das atrações do 4o Encontro Internacional de Gaitistas realizado em 2005 no Sesc Pompéia/SP e já recebeu elogios de Jason Ricci (USA), Greg Zlap (FRA), Rildo Hora (BRA), PT Gazell (USA), Frederic Yonnet (FRA), Joe Filisko (USA) e de outros renomados gaitistas. Também gravou e tocou com vários grupos, incluindo Skank, Living Colour (USA), Los Mind Lagunas (MEX), Diamondog (Angola), Rubén Santillana (Cuba), Gustavo Andrade (Hot Spot), Maurinho Nastácia e Glauco Nastácia, Scarcéus, Sideral, Cartoon, Bauxita, The Nasty Blues, além de outras importantes parcerias.

www.leandroferrari.com
e-mail: leandroferrari@leandroferr​ari.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÉTODO PARA GAITA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1

R$ 49,00 PIX CNPJ:  21.081.155.0001/70 Método digitalizado + audio Contato Whatsapp: Leandro Ferrari +55 73 998707338 +44 7376934825 1a Edição  ( EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA CHEESEBREAD STUDIOS) Título: MÉTODO PARA HARMÔNICA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1 Autor: Leandro Ferrari Original de Belo Horizonte/MG/Brasil Revisão: Fernanda Shairon Ilustração: Marcelo Braga (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Diagramação: Yuri Martuccelli (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Direção Geral: José Renato Caldeira de Souza (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Foto: Karlis Smits Design Logo: Marcão Freak Formato:  DIGITALIZADO Num. págs. 126 páginas Fotos: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150938373933331.436116.827753330&type=1&l=5b63f7b595 Conteúdo:  O método é dividido em 100 aulas práticas e teóricas e acompanha
Spotify:  https://open.spotify.com/artist/5iTI2v1yC3rToB3xWHYw7a?si=y4MZPMZvTHetHrXhtIX1-g

Gaita e Efeitos

A utilização de pedais, filtros e truques de estúdio na gaita vêm de muito tempo. Tudo começou com Little Walter; preocupado em não perder espaço para as guitarras que haviam sido eletrificadas após a segunda guerra mundial ele adotou um procedimento simples, ligou um pequeno microfone em um amplificador e mudou de vez a história da gaita. Além de usar este método para obter mais volume ele também explorou novos timbres e efeitos até então inéditos. Segundo o pesquisador Madison Deniro ele foi o primeiro músico a utilizar, propositadamente, uma distorção eletrônica. Você pode notar então que a história da guitarra elétrica se cruza com a história da gaita elétrica. Mas por alguns motivos, dentre eles o conservadorismo dos músicos e do público de blues (diga-se de passagem, que tem todo meu respeito e meu entendimento, pois é necessário exaltar e manter as raízes e a história, também) a gaita não acompanhou o desenvolvimento da guitarra. Nomes como Jimi Hendrix, Jeff Back, Jr. Tostoi