Pular para o conteúdo principal

03.02.12 - Rock’in the Beat! - Digitaria e Leandro Ferrari a.k.a Fat Nasty


O projeto Rock’in foi idealizado com intuito de mostrar a miscelânea dos ritmos, arte, pessoas e
culturas. A diversidade musical e cultural brasileira nos proporcionam a possibilidade de misturar
o Rock com os diversos ritmos como o Reggae, Eletrônico, Dub, Funk, Soul, Blues, Jazz, Samba,
MPB, Pop...
Eventos que sempre terão uma mistura rítmica agradável e diferenciada com um clima descontraído. Nessa primeira edição será o Rock’in the Beat!

ATRAÇÕES:


* DJ’s Noix (Rock’in)

* Leandro Ferrari a.k.a FAT NASTY = ElectroBlues – Lounge
(Lives Vocal / Percussão / Gaita / Baixo / Hammond / Guitarra / DJ)
Apresentará canções de seu último CD, intitulado Fat Nasty (Produção: Marcelinho Guerra), que mescla Lounge, Blues & Trip Hop, e será acompanhado por Lucas Luis (guitarra), Léo Quintão (baixo), Walner Lucas (Hammond), Adelito Maia (percussão) e pelo DJ Roger Dee. Utiliza filtros e pedais normalmente utilizados por guitarristas e novas texturas para gaita. Com canções inspiradas na música “Sure Thing” de St. Germain e “Wednesday Evening Blues” de John Lee Hooker, outras grandes referências para este CD foram o grupo inglês Alabama 3 e o DJ francês Ludovic Navarre (St. Germain), trabalhos que flertam com blues, country blues, dub, house e eletrônica. Mesclam o blues rural e riffs marcantes à batidas tribais de hip-hop. Uma feliz mistura de soul e dub em uma música “ambient” e sombria. “Funky e dançante”.

* Digitaria = DeepHouse – Electro (Lives DJ's / Vocais)
- Equipamentos utilizados no palco: 2 Mac’s / 2 controladores (kaoss pad da korg e apc 40 da akai) / 2 pedais de voz / 1 mini synth miniak akai com vocoder / Air fx / 1 synthi korg polisix O Digitaria é um duo de música eletrônica formado por Daniela Caldellas e Daniel Albinati, já se apresentou em diversos países e estados do Brasil, tocando em festivais e clubes de renome como Creamfields, Tribe, XXXperience,
Nokia Trends e Chemical Music (Brasil), Spinder & Klatt e Maria Club (Alemanha), RockHaus (Austria), BauFest (Colombia) e Aquasella (Espanha), apresentando-se ao lado de artistas como New Order, Ladytron, Cardigans, Ritchie Hawtin, Vitalic, Gang of Four e Anthony Rother, entre outros. O álbum é uma mistura de beats precisos, belas melodias, vocais delicados e texturas experimentais, resultando numa atmosfera única. Faixas do Digitaria já apareceram em importantes coletâneas de selos como Ministry of Sound, Pale Music e Gigolo, e o duo já fez remixes para artistas como Kook and Roxy (Alemanha), Punxsoundcheck (Inglaterra), Trisomie 21 (França), entre vários outros.

* DJ Motoca (Rock Groove)

Data 03/fevereiro 2012 - A partir das 22:00 horas - Ingressos limitados.
Local: Studio Bar – Rua Guajajaras, 842 – Centro – BH/MG



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÉTODO PARA GAITA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1

R$ 49,00 PIX CNPJ:  21.081.155.0001/70 Método digitalizado + audio Contato Whatsapp: Leandro Ferrari +55 73 998707338 +44 7376934825 1a Edição  ( EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA CHEESEBREAD STUDIOS) Título: MÉTODO PARA HARMÔNICA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1 Autor: Leandro Ferrari Original de Belo Horizonte/MG/Brasil Revisão: Fernanda Shairon Ilustração: Marcelo Braga (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Diagramação: Yuri Martuccelli (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Direção Geral: José Renato Caldeira de Souza (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Foto: Karlis Smits Design Logo: Marcão Freak Formato:  DIGITALIZADO Num. págs. 126 páginas Fotos: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150938373933331.436116.827753330&type=1&l=5b63f7b595 Conteúdo:  O método é dividido em 100 aulas práticas e teóricas e acompanha
Spotify:  https://open.spotify.com/artist/5iTI2v1yC3rToB3xWHYw7a?si=y4MZPMZvTHetHrXhtIX1-g

Gaita e Efeitos

A utilização de pedais, filtros e truques de estúdio na gaita vêm de muito tempo. Tudo começou com Little Walter; preocupado em não perder espaço para as guitarras que haviam sido eletrificadas após a segunda guerra mundial ele adotou um procedimento simples, ligou um pequeno microfone em um amplificador e mudou de vez a história da gaita. Além de usar este método para obter mais volume ele também explorou novos timbres e efeitos até então inéditos. Segundo o pesquisador Madison Deniro ele foi o primeiro músico a utilizar, propositadamente, uma distorção eletrônica. Você pode notar então que a história da guitarra elétrica se cruza com a história da gaita elétrica. Mas por alguns motivos, dentre eles o conservadorismo dos músicos e do público de blues (diga-se de passagem, que tem todo meu respeito e meu entendimento, pois é necessário exaltar e manter as raízes e a história, também) a gaita não acompanhou o desenvolvimento da guitarra. Nomes como Jimi Hendrix, Jeff Back, Jr. Tostoi