Pular para o conteúdo principal

On The Road: o filme

"O cultuado romance de Jack Kerouac - apelidado por muitos como a "bíblia da geração beat" - será adaptado para os cinemas pelo brasileiro Walter Salles, que dirigiu Central do Brasil. Kristen Stewart, Sam Riley e Garrett Hedlund estrelam o elenco do longa, que teve no novo pôster divulgado esses dias.
Escrito em 1957, o livro On The Road trata-se de uma aventura baseada em fatos reais. O romence conta a história do aspirante a escritor Sal Paradise (Sam Riley) e sua mulher, Maylou (Kristen Stewart). Depois da morte de seu pai, eles decidem sair de de Nova York e acabam conhecendo Dean Moriarty (Garrett Hedlund), um jovem e sedutor ex-presidiário.
Confira a galeria com algumas fotos do filme
Determinados a não ficarem presos a uma vida simples, os três amigos cortam todos os laços com o passado e partem para estrada sedentos por liberdade, cruzando os Estados Unidos de leste a oeste. O lançamento do longa está marcado para maio, durante o Festival de Cannes 2012. Mas o filme só deve chegar aos cinemas em junho."  http://www.divirta-se.uai.com.br/html/sessao_13/2012/03/03/ficha_ragga_noticia/id_sessao%3d13%26id_noticia%3d50167/ficha_ragga_noticia.shtml

Fonte: Fernanda Shairon

BEAT MOVEMENT - Movimento Beat (ON THE ROAD)
"Beat: o ritmo do jazz bop de Charlie Parker e Thelonious Monk em contraponto com o som frenético do bater das teclas da máquina de escrever. A camiseta e a calça jeans. O alcool em suas mais variadas formas. São as bolinhas para “expansão” da mente. O barulho dos trens. O cheiro de gasolina. Comportamento e transgressão. BEAT. Solitárias vozes dos anos 50, verdadeiros outsiders semeadores / disseminadores da contracultura norte-americana que explodiu na década de 60, do movimento à favor da liberdade de expressão e das passeatas contra o conservadorismo do ensino universitário, o pacifismo em conseqüência da guerra do Vietnã etc."  http://jackerouac.com/geracao-beat/

Jazz and the Beat Generation: http://www.litkicks.com/Topics/Jazz.html


Comentários

Anônimo disse…
Deve sair coisa boa aí. O livro é cinematográfico.
abraço,
Renato
Anônimo disse…
Krysten Stewart!!!!! q merda!

Postagens mais visitadas deste blog

MÉTODO PARA GAITA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1

R$ 49,00 PIX CNPJ:  21.081.155.0001/70 Método digitalizado + audio Contato Whatsapp: Leandro Ferrari +55 73 998707338 +44 7376934825 1a Edição  ( EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA CHEESEBREAD STUDIOS) Título: MÉTODO PARA HARMÔNICA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1 Autor: Leandro Ferrari Original de Belo Horizonte/MG/Brasil Revisão: Fernanda Shairon Ilustração: Marcelo Braga (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Diagramação: Yuri Martuccelli (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Direção Geral: José Renato Caldeira de Souza (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Foto: Karlis Smits Design Logo: Marcão Freak Formato:  DIGITALIZADO Num. págs. 126 páginas Fotos: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150938373933331.436116.827753330&type=1&l=5b63f7b595 Conteúdo:  O método é dividido em 100 aulas práticas e teóricas e acompanha
Spotify:  https://open.spotify.com/artist/5iTI2v1yC3rToB3xWHYw7a?si=y4MZPMZvTHetHrXhtIX1-g

Gaita e Efeitos

A utilização de pedais, filtros e truques de estúdio na gaita vêm de muito tempo. Tudo começou com Little Walter; preocupado em não perder espaço para as guitarras que haviam sido eletrificadas após a segunda guerra mundial ele adotou um procedimento simples, ligou um pequeno microfone em um amplificador e mudou de vez a história da gaita. Além de usar este método para obter mais volume ele também explorou novos timbres e efeitos até então inéditos. Segundo o pesquisador Madison Deniro ele foi o primeiro músico a utilizar, propositadamente, uma distorção eletrônica. Você pode notar então que a história da guitarra elétrica se cruza com a história da gaita elétrica. Mas por alguns motivos, dentre eles o conservadorismo dos músicos e do público de blues (diga-se de passagem, que tem todo meu respeito e meu entendimento, pois é necessário exaltar e manter as raízes e a história, também) a gaita não acompanhou o desenvolvimento da guitarra. Nomes como Jimi Hendrix, Jeff Back, Jr. Tostoi