domingo, 15 de março de 2009

Cordas Harmônicas


Marcelo Batista, músico harmonicista (gaitista), nascido em Barbacena (MG) em 21/06/1950. Foi para Belo Horizonte com 1 ano e meio de idade. Além de ser solista de harmônicas de boca cromáticas e diatônicas, é também afinador, luthier dos referidos instrumentos; é bacharel em Letras pela UFMG e pós-graduado pela UNIPLI (Universidade Plínio Leite - Niterói/RJ).
Marcelo Batista começou a tocar harmônicas mais ou menos entre os 9 e10 anos de idade. Ao contrário de muitos harmonicistas, começou a tocar em harmônicas cromáticas (as popularmente conhecidas como gaitas de chave); somente a partir dos anos 90 é que veio ter as suas primeiras experiências em harmônica diatônica, principalmente as diatônicas específicas para o blues. No entanto, aprimorou uma técnica especial para tocar em harmônicas diatônicas/20”valvuladas”.
A harmônica diatônica/20 “valvulada” é praticamente uma semicromática. Por exemplo: chegar a emitir um Bb (que já é muito difícil no orifício nº. 10, soprado) no orifício nº. 1. Nesse orifício da diatônica valvulada obtêm-se as notas C (s), Cb (=B, s), Bb (s) e Bb, novamente, 3 oitavas acima. Depois as notas aspiradas D e Db.
Em 05/2006, em parceria com o violonista, arranjador e produtor César Brito, a convite do mesmo, grava seu primeiro CD: Cordas Harmônicas, onde apresenta composições próprias, composições em parceria com César Brito, composições de César Brito e de terceiros; as interpretações ocorreram ao lado de grandes músicos do cenário brasileiro (Chico Lobo, Serginho Silva, Enéias Xavier, André Limão, Jimmy Duchowny, Írio Júnior).

Myspace: www.myspace.com/cordasharmonicas
Ouça e veja Marcelo Batista aqui:

Nenhum comentário: