Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2009

Sons que fazem a gente pensar e produzir....

Vou dar algumas dicas de discos e vídeos que influenciaram minha trajetória musical. Little Walter Little Walter é um dos maiores músicos de Blues de todos os tempos, comparado aos revolucionários Jimi Hendrix e Charlie Parker foi responsável pela eletrificação da Gaita (Harmônica). Little Walter - The Essential Little Walter (1993) Blues Traveler Nem só de velocidade vive John Popper, é também muito criativo com seus pedais e efeitos. Blues Traveler - Four (1994) Blues Traveler - ¡Bastardos! (2005) Medeski Martin & Wood O trio de groove jazz formado por John Medeski (teclados, órgão e piano), Billy Martin (bateria e percussão) e Chris Wood (baixo) nasceu no bairro do Brooklin, Nova Iorque em 1991. Medeski Martin & Wood lançaram álbuns fantásticos que incluem diversas colaborações como, John Scofield, Iggy Pop e o DJ Logic. Discografia: * Notes from the Underground (1992) * It's a Jungle in Here (1993) * Friday Afternoon in the Universe (1

Muddy Waters Jr. toca em São Paulo

Músico norte-americano faz lançamento no Brasil do CD “Fall Waters Fall” em duas apresentações em São Paulo: no Bourbon Street (dia 29/4) e Teatro do SESC Vila Mariana (dia 2/5). Mud Morganfield, filho do famoso Muddy Waters (1915-1983), faz sua primeira turnê na América do Sul apresentando o seu novo álbum “Fall Waters Fall”, sem deixar de executar alguns dos clássicos do seu pai. Fall Waters Fall foi lançado em 2008 produzindo a esperada expectativa que o trabalho do filho de uma lenda poderia criar. Finalmente, a muito de Muddy Waters (cujo nome era Mc Kinley Morganfield) no trabalho de seu filho. Mud Morganfield, que tem o físico e a voz muito parecidos com o pai, nasceu em Chicago, sob o nome de Larry Williams. Primogênito de Muddy Waters, criado por sua mãe, apesar de sempre ter tido contato com música, apenas recentemente abraçou sua carreira musical dedicada ao Blues. Como o pai, que estava dirigindo tratores nos campos do Mississipi, Mud também passou alguns anos da sua juv

Aulas de Gaita em Belo Horizonte

Informações: www.leandroferrari.com 

Minas Blues Jam: Especial Bends Harmônicas

Dia: 25 de abril de 2009 23h Utópica Marcenaria Minas Blues Jam/Especial Bends Harmônicas www.utopica.com.br Belo Horizonte, Minas Gerais Avenida Raja Gabaglia 4700 Santa Lúcia Informações: 31 32962868 Custo: R$ 15,00 Gustavo Andrade e Hot Spot Band convidam: Ivan Márcio (SP), Leandro Ferrari (MG), Melk Rocha (SP) e Mariana Borssato (MG). Sorteio de gaitas, bonés e camisetas Bends Harmônicas

Gaita e Efeitos

A utilização de pedais, filtros e truques de estúdio na gaita vêm de muito tempo. Tudo começou com Little Walter; preocupado em não perder espaço para as guitarras que haviam sido eletrificadas após a segunda guerra mundial ele adotou um procedimento simples, ligou um pequeno microfone em um amplificador e mudou de vez a história da gaita. Além de usar este método para obter mais volume ele também explorou novos timbres e efeitos até então inéditos. Segundo o pesquisador Madison Deniro ele foi o primeiro músico a utilizar, propositadamente, uma distorção eletrônica. Você pode notar então que a história da guitarra elétrica se cruza com a história da gaita elétrica. Mas por alguns motivos, dentre eles o conservadorismo dos músicos e do público de blues (diga-se de passagem, que tem todo meu respeito e meu entendimento, pois é necessário exaltar e manter as raízes e a história, também) a gaita não acompanhou o desenvolvimento da guitarra. Nomes como Jimi Hendrix, Jeff Back, Jr. Tostoi

9ª Edição do Prêmio BDMG-Instrumental

O BDMG-Cultural apresenta nos dias 17, 18 e 19 de abril de 2009 (sexta-feira, sábado e domingo), a 9ª edição do Prêmio BDMG-Instrumental, no Teatro Sesiminas (Rua Pe. Marinho, 60 – Santa Efigênia - BH/MG), a partir das 19 horas. Ingressos: R$ 2,00 (renda revertida para o “Projeto Social Raio de Luz”). No dia 17, sexta-feira, seis concorrentes – cada um com uma banda formada por no máximo cinco integrantes, vão apresentar três músicas: duas autorais e um arranjo assinado pelo concorrente. No sábado, dia 18 de abril, no mesmo horário, outros seis concorrentes mostram os trabalhos com os quais se inscreveram. Ao final das apresentações do dia 18, a Comissão Julgadora decidirá quais de todos os 12 compositores e arranjadores que se apresentaram nas duas noites serão os seis finalistas. Esses seis músicos voltam ao palco do Sesiminas no domingo para nova avaliação. No dia 19 de abril, após a apresentação dos seis finalistas, o vencedor do Prêmio Marco Antonio Araújo, Warley Henrique (”D

Comentário do Márcio Durães (diretor administrativo da Pro Music) sobre nossa apresentação em 2005 no SESC Pompéia.

"O show que fizemos juntos no Sesc Pompéia (SP) no Encontro Internacional de gaitistas em 2005, foi um dos meus melhores shows até hoje. Escolhemos um repertório com clássicos do rock como Little Wing e All Along the Watchtower e fizemos um bom casamento da execução acústica dessas canções com seus pedais. Me senti muito bem e fui muito bem recepcionado pelo público, que nos aplaudiu de pé. A única questão é que o curador do evento subiu ao palco e fez um péssimo comentário "PARTICULAR" sobre nossa apresentação, podendo ter influenciado alguns poucos que lá estavam. Mas a opinião dele não condizia com a reação do público o que desagradou vários incluindo eu. Me lembro da comemoração no hotel ao lado do Júlio Rego e sua banda que também fizeram um show maravilhoso e diferente. E não me lembro de comemorar um show ruim e sim o sucesso de nossas apresentações."

Morre Tavares da Gaita

"Morre Tavares da Gaita É com imensa tristeza que venho dar a notícia do falecimento de Mestre Tavares da Gaita. Mestre Tavares da Gaita, 84 anos, faleceu hoje as 08:30 da manhã, devido a um AVC seguido de Pneumonia e uma infecção generalizada. Tavares deixa mais um vazio entre nós, gaitista de uma genialidade impar e um ser humano difícil de encontrar, simples, humilde e de um grande coração. Que Deus o tenha!!" Jefferson Gonçalves

Só um pouco de Cash por favor!

Hurt (Tradução) Johnny Cash Composição: Trent Reznor Machuquei a mim mesmo hoje Pra ver se eu ainda sinto Eu focalizo a dor É a única coisa real A agulha abre um buraco A velha picada familiar Tento matá-la de todos os jeitos Mas eu me lembro de tudo (Refrão) O que eu me tornei? Meu doce amigo Todos que eu conheço vão embora No final E você poderia ter tudo isso Meu império de sujeira Eu vou deixar você pra baixo Eu vou fazer você sofrer Eu uso essa coroa de espinhos Sentando no meu trono de mentiras Cheio de pensamentos quebrados Que eu não posso consertar Debaixo das manchas do tempo Os sentimentos desaparecem Voce é outro alguém Eu ainda estou bem aqui (Refrão) O que eu me tornei? Meu doce amigo Todos que eu conheço vão embora No final E você poderia ter tudo isso Meu império de sujeira Eu vou deixar você pra baixo Eu vou fazer você sofrer Se eu pudesse começar de novo A milhões de milhas daqui Eu poderia me encontrar Eu poderia achar um caminho

Blues Time Jam na Modern Sound em abril

O Festival Blues Time Jam estréia na Modern Sound as segundas de abril com shows gratuitos de Big Gilson, Taryn Szpilman, AC Jazz, Fernando Vidal e Big Joe Manfra. A iniciativa faz parte das comemorações pelos oito anos da Blues Time Records, o maior selo de blues do país. Todas as segundas-feiras de abril, às 19h, o público tem encontro com importantes nomes do blues nacional e da música instrumental e seus convidados: Big Gilson (dia 02), em show de lançamento do CD Sentenced to Living, recebe a banda Beale Street; Taryn Spilzman (dia 13) recebe o gaitista Jefferson Gonçalves; AC Jazz e Fernando Vidal (dia 20), representantes da divisão instrumental Blues Time +, mostram seu jazz-funk; e Big Joe Manfra recebe o guitarrista do Barão Vermelho, Fernando Magalhães (27). Faça sua reserva pelo telefone 21 2548-5005 e não perca esses grandes encontros. Modern Sound - Allegro Bistrô Entrada franca às 19h Rua Barata Ribeiro, 50D – Copacabana /Rio de Janeiro www.modernsound.com.br Reservas: (