sábado, 7 de novembro de 2009

Pedais - O que são, como funcionam, para que servem e dicas sobre cada efeito. 3ª parte.


“Existe uma variedade gigantesca de efeitos para guitarra que vão desde saturação (ganho) até os de ambiência. Vou descrever o mais detalhado possível o que cada grupo de efeitos é, o que fazem, para que servem, e listar algumas marcas/modelos.

Com certeza eu não vou lembrar todas as marcas e modelos, então se sentirem falta de algum, por favor, citem para deixarmos o tópico mais completo.

Para quem quiser ouvir SAMPLES dos pedais indico que entrem nos sites dos fabricantes (vou listar por último), pois a maioria, tanto nacional como importado, tem exemplos de seus pedais gravados. Caso no site do fabricante não ter um sample gravado, indico o site www.musiciansfriend.com que é um site de vendas onde tem samples de quase tudo o que tem no site.

As separações em grupo que fiz, foi a partir do conceito principal que eu quis passar com cada grupo. Na verdade tem efeitos que se encaixariam em mais de um grupo e os que aconteceram isso eu citei.

É muito provável que vocês encontrem o mesmo exemplo pedal em dois efeitos diferentes, pois existem pedais com mais de um efeito (sem ser pedaleira). Por exemplo, o Ibanez CF-7, tem chorus e flanger na mesma unidade, então ele vai aparecer na lista de exemplos de chorus e depois na lista de exemplos do flanger.

No fim vou mostrar uns setups, com os efeitos mais usados no mundo. Farei algo como um set com o overdrive mais usado no mundo ao lado do distortion mais usado no mundo, ao lado do chorus, flanger, delay, reverb, etc.”
Fonte: Fernando Almeida
http://forum.cifraclub.terra.com.br/membro_51834.html

>>> Grupo dos efeitos de GANHO <<<

Estão inclusos nesse grupo os OVERDRIVES, DISTORÇÃO, FUZZ e BOOST.
O conceito dos efeitos de ganho/saturação é nada mais nada menos de volume sobre volume. Nos pedais que possuem esse efeito o sinal que recebem é amplificado até a saturação desse componente que o amplifica, ou seja, o sinal é aumentado tanto que satura.
Existem milhões de pedais de distortion, overdrive, boost e fuzz, de marcas, modelos, nomes e recursos variados. Não é raro também encontrar unidades que ficam entre dois efeitos, sem muita definição do estilo da sonoridade, mas com timbres muito interessantes. Também não é difícil encontrar equipamentos que tenha dois ou mais efeitos na mesma unidade.
Outra febre que está rolando quanto aos efeitos de saturação são os chamados SIMULAMPS, ou seja, simuladores de amplificadores que dispõe de sonoridades a escolha do usuário imitando os timbres de amplificadores clássicos. Nesse caso situarei os simulamps em distorção, mas pode ser incluso em outros grupos.

OVERDRIVE:
A intenção desse efeito é produzir a saturação leve e natural de um amplificador valvulado em volumes muito altos (como os primeiros amplificadores não tinham canal de distorção/drive, a saturação era tirada através da saturação natural das válvulas.
Ainda no Overdrive temos uma ramificação de um efeito chamado CRUNCH, que nada mais é que um Overdrive com muito menos ganho, pode se considerar ainda um Boost com acréscimo de médios. O Crunch só dá “gás” no som acresciddo de um brilho.

Os botões de regulagens que geralmente compõem essas unidades são:
Drive ou Gain – controla a quantidade de saturação, ou seja, o quanto a unidade vai saturar;
Volume – controla o volume de saída do efeito.
Tone – controle o timbre do efeito, geralmente o corte e acréscimo de freqüências agudas.

Exemplos:
Banzai Cold Fusion Overdrive
Barber Electronics Direct Drive
Bixonic Expandora Overdrive / Distortion
Boss BD-2 Blues Driver Overdrive
Boss OD-1 Overdrive
Boss OD-2 Turbo Overdrive
Boss OD-3 Overdrive
Boss ODB-3 Bass Overdrive
Boss OS-2 Overdrive Distortion
Boss SD-1 Super Overdrive
Boss SD-2 Dual Overdrive
Chandler Tube Driver
Crowther Audio Hotcake Overdrive
Danelectro Daddy O Overdrive
DOD 250 Overdrive / Preamp
DOD FX-50B Overdrive Plus
Electro-Harmonix Hot Tubes
Fulltone Fulldrive II Overdrive
Guyatone OD-2 Overdrive
Hobbertt Overdrive Faiska
Ibanez TK-9999US Tube King Overdrive
Ibanez TS-10 Tube Screamer Overdrive
Ibanez TS-808 Tube Screamer Overdrive Pro
Ibanez TS-9 DX Turbo Tube Screamer Overdrive
Ibanez TS-9 Tube Screamer Overdrive
Klon Centaur Overdrive
Landscape Organic Drive e Booster
Lovetone Brown Source Overdrive
Marshall Drivemaster Overdrive Distortion
Marshall Guv'nor Overdrive
Marshall Shredmaster Overdrive / Distortion
Matchless Hotbox Preamp Overdrive Distortion
Mesa/Boogie V-Twin Preamp Overdrive Distortion
MXR Distortion Plus
Onerr Carbon-X
Onerr Tungsten
Oner Overdrive
Prescription Electronics RxOverdriver Overdrive
ProCo Rat II Overdrive/Distortion
ProCo Turbo Rat Distortion/Overdrive
ProCo Vintage Rat Distortion/Overdrive
Roger Mayer Voodoo-1
Stamps Amplification Drive-O-Matic Overdrive
Tech 21 Bass Driver / Direct Box
Tech 21 SansAmp Classic
Tube Works 901 Real Tube Overdrive
Visual Sound Jekyll & Hyde Ultimate Overdrive
Vox 810 Valve Tone Overdrive
Way Huge Red Llama Overdrive
Zoom 510 Dual Power Driver Overdrive / Distortion

DISTORTION:
É uma saturação mais dura e pesada, e em relação ao overdrive tem os harmônicos mais acentuados. O sinal fica mais “sujo” tornando-se ideal para estilos mais “pesados” de Rock.
Uns dos mais recentes campeões de vendas são os Simulamps que simulam os timbres de amplis clássicos, e no nosso caso aqui, simula as distorções de amplis clássicos.

Os botões de regulagens que geralmente compõem essas unidades são:
Distortion – controla a quantidade de distorção;
Volume – controla o volume de saída do efeito.
Tone ou Equalização – controla as quantidades de graves e agudos. Esse controle nessas unidades vai desde um botão (Boss DS-1) até quatro botões (Boss MT-2) controalndo graves, agudos, médios e região de médios.

Exemplos:
Bixonic Expandora Overdrive / Distortion
Boss DF-2 Super Distortion & Feedbacker
Boss DS-1 Distortion
Boss DS-2 Turbo Distortion
Boss HM-2 Heavy Metal Distortion
Boss MT-2 Metal Zone Distortion
Boss OS-2 Overdrive Distortion
Danelectro DD-1 Fab Tone Distortion
DOD FX-56 American Metal
DOD FX13 Gonkulator Ring Modulator
Electro-Harmonix Big Muff Pi Distortion Russian
Electro-Harmonix Big Muff Pi Distortion USA
Electro-Harmonix Hot Tubes
Ibanez SD-9 Sonic Distortion
Ibanez SM-7 Smash Box Distortion
Landscape Brutall Distortion
Marshall Drivemaster Overdrive Distortion
Marshall Shredmaster Overdrive / Distortion
Matchless Hotbox Preamp Overdrive Distortion
Maxon Distortion and Sustainer
Mesa/Boogie V-Twin Preamp Overdrive Distortion
Morley PDW-II Distortion / Wah / Volume
MXR Distortion II
MXR Distortion Plus
Onerr Distortion
Onerr Super Distortion
Onerr Tungsten TO-3
Prescription Electronics RxOverdriver Overdrive
ProCo Rat II Overdrive/Distortion
ProCo Turbo Rat Distortion/Overdrive
ProCo Vintage Rat Distortion/Overdrive
Roger Mayer Voodoo-1
TC Electronic Booster / Line Driver / Distortion
Tech 21 SansAmp Classic
Tech 21 SansAmp GT-2 (e todos os seus clones)
Tech 21 SansAmp TriAC (esse deveria ter um clone)
Tech 21 SansAmp TriOD
Tokai TDS-2 Distortion
Tube Works 901 Real Tube Overdrive
Visual Sound Jekyll & Hyde Ultimate Overdrive
Vox 830 Distortion Booster
WaveBox Argos
Yamaha DI-10MII Distortion
Zoom 510 Dual Power Driver Overdrive / Distortion

FUZZ:
As primeiras unidades de saturação foram os Fuzz, que apareceram na década de 60 e foram muito populares. O mais clássico e popular Fuzz desta época foi o “Fuzz Face”, famoso por ter sido usado pelo mestre Jimi Hendrix. O Fuzz tem um timbre muito particular que realça os harmônicos ímpares, evidenciando muito a onda quadrada. Provavelmente seja esse o motivo de ser difícil audição, alguns acordes.

Os botões de regulagens que geralmente compõem essas unidades são:
Fuzz – controla a quantidade de saturação;
Volume – controla o volume de saída do efeito.
Tone – controla o corte e acréscimo de freqüências agudas.

Exemplos:
Bertola Mini Fuzz
Boss FZ-2 Fuzz / Boost
Colorsound Tone Bender Fuzz
Dallas Arbiter Fuzz Face
DOD FX-25 Classic Fuzz
Dunlop Fuzz Face Reissue
Dunlop JH3S Jimi Hendrix Octave Fuzz
Effector 13 Super Tri-Fuzz
Electro-Harmonix Fuzz Wah
Fender Blender Fuzz Octave
Fender Fuzz Wah
Frantone Peach Fuzz
Fulltone Soul Bender
Fulltone Ultimate Octave Fuzz/Octave
Home-Made Fuzz
Ibanez FZ-5 Sixties Fuzz
Marshall Supa Fuzz
MXR Blue Box
Paul Hammond Fuzz
Prescription Electronics Experience Fuzz Octave Swell Pedal
ProCo Turbo Rat Distortion/Overdrive
Roger Mayer Mongoose Fuzz
Roger Mayer Octavia Fuzz/Octave
Roger Mayer Octavio Fuzz/Octave Prototype
Roger Mayer Rocket Fuzz
Roger Mayer Voodoo Axe Fuzz
Roger Mayer Voodoo Bass Fuzz
Roger Mayer Voodoo-1
SIB! Buttface Fuzz
UniVox Super Fuzz
VooDoo Lab Boss Tone Fuzz
Vox Tone Bender Vintage
Zoom 510 Dual Power Driver Overdrive / Distortion
Zvex Fuzz Factory

BOOST / PRÉ AMP:
Nada mais é do que um efeito que aumenta o volume do sinal que recebe, mas sem chegar a saturar/distorcer. É um aumentador de volume.
Bom se lembrarmos que a saturação é volume sobre volume, o boost é então um ótimo saturador de outros efeitos de ganho, ou seja se colocarmos mais volume da entrada de um pedal de distorção/overdrive/fuzz, o resultado final é mais saturação na saída de uma dessas unidades. A gora se pegarmos uma unidade de distorção/overdrive/fuzz, e ligarmos na saída deles o boost, teremos nada mais nada menos do que o volume do efeito aumentado.
Raciocinando, todos pedais de ganho, se zerarmos a distorção/drive dos pedais de distorção/overdrive/fuzz, teremos também um booster, com a vantagem de usarmos a equalização/tone desses pedais para ajustarmos o timbre.
Devido algumas particularidades que trataremos mais pra frente o COMPRESSOR e o EQUALIZADOR também podem atuar como booster.

O botão de regulagem que geralmente compõe essas unidades é:
Volume – controla o volume do sinal que recebe.

Exemplos:
Banzai Cold Fusion Overdrive
Barber Electronics Direct Drive
Boss FZ-2 Fuzz / Boost
DOD 250 Overdrive / Preamp
DOD FX-10 Bifet Preamp
Hobbert Baby Booster
Klon Centaur Overdrive
Lee Jackson Custom preamp
Marshall DRP-1 Preamp / Direct Box
Matchless Hotbox Preamp Overdrive Distortion
Mesa/Boogie V-Twin Preamp Overdrive Distortion
MXR Micro-Amp Preamp
Prescription Electronics RxOverdriver Overdrive
Roger Mayer Voodoo-1
TC Electronic Booster / Line Driver / Distortion
Yamaha AG Stomp Acoustic Preamp / Mic Modeler / FX
Zvex Super Duper 2-in-1
Zvex Super Hard-On Preamp / Boost
Dallas Arbiter Rangemaster
Dan Armstrong Red Ranger
Glen Fryer Treble Booster Brian May Model


Fonte: Fernando Almeida
http://forum.cifraclub.terra.com.br/membro_51834.html

Nenhum comentário: