Pular para o conteúdo principal

Nuno Mindelis: experimental, blues e pop (2ª parte)


Após 6 anos de reclusão, "Nuno Mindelis" lança Free Blues, seu álbum mais radiofônico.

"Free Blues" propõe uma renovação do blues. O CD abandona a linguagem sessentista e setentista e faz a fusão do gênero com eletrônica e elementos contemporâneos, como rap, lounge, jazz moderno, house e outros. De modo geral, as guitarras e os vocais tiveram o seu formato tradicional mantido, em respeito às melodias e às expectativas do ouvinte que não quer decifrar códigos mais abstratos. O resultado é rejuvenescido, radiofônico ao extremo, sintonizado com o século 21, sem jamais faltar ao respeito com o gênero ou dele se distanciar a ponto de descaracterizá-lo. Sem risco nenhum de errar, é possível afirmar que aponta um caminho, uma alternativa atraente para a obviedade inerente ao chamado blues-rock e seus derivados. Antes mesmo de lançado, o CD já recebeu elogios rasgados da gravadora tradicional de blues alemã Taxim Records que quer os direitos para lançamento na Europa: "Brilliant - Just brilliant! What a gorgeous idea of giving the old standards a new flame". (Brilhante simplesmentre brilhante! Que magnífica a idéia de conferir aos antigos clássicos uma nova luz!).

“Ao gravar Free Blues pretendi fazer uma atualização de linguagem, que há muito tempo considero essencial e inadiável. O blues (e o próprio rock ) apóiam-se e repetem fórmulas desgastadas e envelhecidas há quarenta anos. Acredito igualmente que não há risco em afirmar-se que Free Blues transcendeu definitivamente o próprio gênero, e se impõe para um público muito mais amplo, tendo atingido a sua porção pop, como os meus ídolos atingiram lá atrás. Sou pessoalmente responsável pela produção e toquei todos os instrumentos nas diversas faixas (guitarras, baixo, teclados, vocal, programação, bateria, efeitos etc.) e contei também com parcerias adicionais refinadas, como Endrigo Bettega e Humberto Ziegler na bateria em algumas faixas, o baixo de Rodrigo Mantovani em outras, e os teclados de Flavio Naves e Lomiranda. Lomiranda, que já trabalhou como tecladista e arranjador de Marina Lima, Alceu Valença, Ney Matogrosso, entre outros, deu ainda um toque de Midas em algumas programações adicionais de baterias eletrônicas e samples”.

Site: http://www.nunomindelis.com/FREE_BLUES.html

Ouça e veja Nuno Mindelis aqui:
http://www.youtube.com/watch?v=knFs69NXOuU

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MÉTODO GRATUITO PARA GAITA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1

ClICK AQUI PARA DOWNLOAD GRÁTIS 

CLICK AQUI PARA DOAÇÕES


2a Edição (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA CHEESEBREAD STUDIOS)

Título: MÉTODO PARA HARMÔNICA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1
Autor: Leandro Ferrari Original de Belo Horizonte/MG/Brasil
Revisão: Fernanda Shairon Ilustração: Marcelo Braga (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS)
Diagramação: Yuri Martuccelli (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS)
Direção Geral: José Renato Caldeira de Souza (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Foto: Karlis Smits
Design Logo: Marcão Freak Formato: DIGITALIZADO Num. págs. 126 páginas


Fotos: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150938373933331.436116.827753330&type=1&l=5b63f7b595
Conteúdo: O método é dividido em 100 aulas práticas e teóricas e acompanha arquivos de áudio (backing tracks) pra facilitar o estudo. Nível recomendado: Inciante e Intermediário Informações abordadas: Técnica ins…

MÉTODO GRATUITO PARA HARMÔNICA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1

DOWNLOAD GRATUITO FREE
Link: https://docs.google.com/folderview?id=0B8fmCaGPu7-0aERwZmQ5bUJGREk&usp=docslist_api


2a Edição (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS)

Título: MÉTODO PARA HARMÔNICA DIATÔNICA - LEANDRO FERRARI - GAITA FOLK, POP & ROCK - VOLUME 1
Autor: Leandro Ferrari Original de Belo Horizonte/MG/Brasil
Revisão: Fernanda Shairon Ilustração: Marcelo Braga (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS)
Diagramação: Yuri Martuccelli (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS)
Direção Geral: José Renato Caldeira de Souza (EQUIPE MIDIDÁTICA CONSULTORIA LTDA & CHEESEBREAD STUDIOS) Foto: Karlis Smits
Design Logo: Marcão Freak Formato: DIGITALIZADO Num. págs. 126 páginas


Fotos: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.10150938373933331.436116.827753330&type=1&l=5b63f7b595
Conteúdo: O método é dividido em 100 aulas práticas e teóricas e acompanha arquivos de áudio (backing tracks) pra facilitar o estudo. Nível reco…

Gaita e Efeitos

A utilização de pedais, filtros e truques de estúdio na gaita vêm de muito tempo. Tudo começou com Little Walter; preocupado em não perder espaço para as guitarras que haviam sido eletrificadas após a segunda guerra mundial ele adotou um procedimento simples, ligou um pequeno microfone em um amplificador e mudou de vez a história da gaita. Além de usar este método para obter mais volume ele também explorou novos timbres e efeitos até então inéditos. Segundo o pesquisador Madison Deniro ele foi o primeiro músico a utilizar, propositadamente, uma distorção eletrônica.
Você pode notar então que a história da guitarra elétrica se cruza com a história da gaita elétrica. Mas por alguns motivos, dentre eles o conservadorismo dos músicos e do público de blues (diga-se de passagem, que tem todo meu respeito e meu entendimento, pois é necessário exaltar e manter as raízes e a história, também) a gaita não acompanhou o desenvolvimento da guitarra. Nomes como Jimi Hendrix, Jeff Back, Jr. Tostoi…